BLOGS DO PORTAL TERRAS POTIGUARES NEWS

quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

PEDRO CELESTINO DA COSTA AVELINO


Jornalista PEDRO CELESTINO DA COSTA AVELINO,natural de Angicos-RN, nascido a 19 de maio de 1861 e faleceu no ano de 1923. Era filho ligitimo de Vicente Ferreira da Costa Avelino, e sua mulher Anna Biserra da Natividade . Foi batizado na Matriz de São José de Angicos, no dia 30 de maio de 1986, cujo padrinho foi o futuro Barão do Assú, Luiz Gonzaga de Brito Guerra e Anna Teixeira de Sousa casada, por sua Procuradora Maria Leocádia Teixeira de Sousa solteira, moradores da Freguesia de Campo Grande, realizado solenemente pelo Vigário Felix Alves de Souza

PEDRO AVELINO – Quando se fizer a história sincera do jornalismo potiguar, com as suas lutas e os seus homens, haverá para Pedro Avelino uma auréola de glória.
Nascido a 19 de maio de 1861, entre as paredes humildes de um lugar pobre, soube ele conquistar, pelo vigor da inteligência, uma posição definida e triunfante nos círculos literários brasileiros
Nunca a riqueza LHE BAFEJOU A VIDA. Seus pais Vicente e Ana Bezerra viveram dos parcos subsídios da advocacia provisionada, ou das magras rendas dum cartório sertanejo.
Pedro Avelino compreendeu, bem cedo, que não podia encerrar o seu talento na estreiteza da vila quieta, deitada ao sol quente do nordeste, sem preocupações e sem lutas.
Com 18 anos de idade partiu para o recife onde se colocou comércio. De 1879 a 1884 viveu na capital pernambucana, misturando as ocupações do balcão ingrato, com as delicias que os livros lhe proporcionavam.
Em 1885 volveu ao RIO Grande do NORTE.
Começou, então, a sua carreira literária. E espalha as chamas candentes de uma pela brilhante em artigos magistrais, comentários dos fatos políticos da época, discussões sobre problemas econômicos e sociológicos.
De 1892 a 1994 redige. Sozinho, “O Coixeiro”, HEBDOMADÁRIO REPUBLICANO. Escreve do cabeçalho ao pé da coluna, traduz telegramas, faz notícias, e para tudo nunca falta a palavra oportuna. O programa é ilimitado. “O Coixeiro” NÃO É ÓRGÃO DE COIXEIROS, NEM MESMO o órgão do comércio. “Aspira a mais dilatados horizontes na arena jornalística”, diz o primeiro número. E “A República”, noticiando a sua circulação, escreve: “É sério, sem tristeza, altivo, sem insolência”.
Esse jornal se marcou a sua influência na política do Estado, acenando-lhe com o futuro auspicioso, não o realizou. A vida política de Pedro Avelino foi, toda ela cheia de espinhos, entre campanhas sem conta e derrotas amargas, culpa, talvez, do seu temperamento impetuoso e arredio das acomodações.
Mesmo assim, chegaram, ainda, a desfrutar uma situação de destaque, integrando, em 1898, a redação da “A República”, a voz da mais alta e prestigiosa corrente partidária do Estado, Juntamente com Alberto Maranhão, Juvenal Lamartine e Manoel Dantas, os dois primeiros, alteados, depois, à direção do Rio Grande do Norte.
Deixou “A República”, a 4 de setembro de 1901, para dirigir “A Gazeta do Comércio”. Foi o seu rompimento com Pedro Velho, e assinalaria, na existência que, todavia, diminuísse o seu ardor combativo. A tão grave proporção chegou essa campanha, que, na noite de 18 para 19 de fevereiro, eram destruídas as oficinas do jornal oposicionista, palavra diária e corajosa contra a política do governo.
Resolveu, então, Pedro Avelino fixar residência no Rio de Janeiro. Demorando em Recife, dirigiu “O Pernambucano”, e fundou “a Pátria”. No Rio de Janeiro, com Alfredo Varela, redatoriou o “Comércio do Brasil”, fundando, depois, “O Correio do Brasil”, jornal variado e brilhante ao qual deu o melhor do seu talento.
Colaborou, ainda, na Capital da República, em todos os grandes jornais da época, notadamente, no “O Paiz”, “a Imprensa”, “A Época”,, “Correio do Norte” “A Tarde” e “A Razão”.
Em contacto com os mais prestigiosos vultos do momento político, foi nomeado, em 1912, prefeito do Acre, cargo que desempenhou por algum tempo.
Na chama campanha da “Salvação”, em que se pretendeu derrubar as correntes políticas mais tradicionais da política nacional, esteve ao lado de JOSÉ DA PENHA, no Rio Grande do Norte, combatendo, sem canseiras, o governo Alberto Maranhão.
Derrotados nessa luta, volveu ao Rio de Janeiro, onde exerceu as funções de tesoureiro da Estrada de Ferro Central do Brasil, lugar em que a morte o encontrou.
Em 1920 veio rever a terra maternal. Tinha esperanças de restaurar a saúde em Angicos. Realmente melhorou. Voltando ao Rio, faleceu à meia noite do dia 20 de julho de 1923, deixando viúva d. MARIA DAS NEVES ALVES AVELINO, com cinco filhos: GEORGINO AVELINO , jornalista carioca; VICENTE AVELINO, dedicado à diplomacia, autor de “Ideário”, livro publicado em Paris; MARIA ALBERTINA LEITE, esposa do Dr. LUIZ WALDVOGEL; e CAMILO AVELINO.
Com ele, findou-se uma das maiores vocações literárias do Estado. Malgrado se lhe apontem defeitos políticos, o seu nome deve construir uma glória para nossa terra que, pelo seu próprio esforço, conseguiu vencer nos torneios da inteligência, resumindo num estilo brilhante de mestre, as aspirações, os gritos, as paixões de nossa gente, fazendo-as queridas pelos que sabiam ver, através de tudo, a clareza de uma inteligência maravilhosa e a dutilidade de uma pena inesquecível
FONTE: LIVRO ANGICOS DO SAUDOSO ALUÍZIO ALVES, 1940

BRASÃO DE PEDRO AVELINO RN

PEDRO AVELINO, NA MESORREGIÃO CENTRAL DE PERO AVELINO

PREFEITURA MUNICIPAL DE PEDRO AVELINO

PALÁCIO GERALDO BEZERRA DE SOUZA, PRIMEIRO PREFEITO CONSTITUCIONAL DO MUNICÍPIO DE PEDRO AVELINO, QUE TOMOU POSSE EM PRIMEIRO DE ABRIL DE 1953, ELEITO EM 7 DE OUTUBRO DE 1952

mais

mais

mais

PORTAL TERRAS POTIGUARES NEWS

PORTAL TERRAS POTIGUARES  NEWS
O RN PASSA POR AQUI! - O QUE VOCÊ QUER PESQUISAR, VOCÊ ENCONTRA NO "PORTAL OESTE NEWS", A MAIOR FONTE DE INFORMAÇÕES ANTIGAS E ATUAIS DE MINHA QUERIDA E AMADA TERRA POTIGUAR, COM 12 BLOGS E 988 LINKS, CRIADO A 28 DE DEZEMBRO DE 2008, PELO STPM JOTA MARIA, COM A COLABORAÇÃO DE JOTAEMESHON WHAKYSHON, JULLYETTH BEZERRA E JOTA JÚNIOR. ACESSE E CONFIRA!

Quem sou eu

Minha foto
Sou o subtenente PM/RN JOSÉ MARIA DAS CHAGAS, natural de Mossoró-RN, pai de quatro filhos e que tem como base principal de vida:AMAR A DEUS SOBRE TODAS AS COISAS" e AMAR AO PRÓXIMO COMO AMO A MIM MESMO"; ÃLÉM DE SER HUMILDADE E ATÉ A PRESENTE DATA NUNCA ECONOMIZEI UM GOTA DE HONESTIDADE. TENHO A MANIA DE ESCREVER, ESCREVER, ESCREVER, DE LER, LER, LER; DE PESQUISAR. COM CINCO BLOGS NA REDE MUNDIAL DE COMPUTADORES, CUJA META FINAL É DE CHEGAR AOS 7 BLOGS E 400 LINKS. SOU 95 POR CENTO TORCEDOR DO BARAÚNAS, O MAIS QUERIDO DE MOSSORÓ E 5 POR CENTO FLUMINENSE.

VICENTE MARIA DA COSTA AVELINO

VICENTE MARIA DA COSTA AVELINO
PAI DE PEDRO AVELINO

Minha lista de blogs